Rua Brigadeiro Franco, 974 Curitiba, PR 80430-210
41 3322-9696 / whatsapp 99694-4948

Doenças Meningocócicas

Doenças Meningocócicas

A meningite é uma doença grave, potencialmente fatal, que costuma ser causada por agentes infecciosos, tais como bactérias, vírus, fungos, a doença é uma inflamação nas meninges ( membrana que cobre o sistema nervoso central).

Meningite bacteriana
A meningite bacteriana é a forma mais grave, costuma ser causada pelas bactérias “ Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae ou Neisseria mengitidis”. Outras bactérias, como a “Listeria monocytogenes, Staphylococcus aure e Streptococcus” do grupo B também podem ser a causa, mas não são tão comuns como as três primeiras citadas.

Meningite viral
A meningite também pode ser causada por vírus, normalmente da família dos Enterovírus. A meningite viral é menos agressiva que a bacteriana, com taxa de mortalidade bem mais baixa e com resolução espontânea, sem necessidade de tratamento específico, na maioria dos casos. Os Enterovírus são os agentes mais comuns, porém uma variedade de infecções virais podem complicar, acometendo as meninges, como, por exemplo: HIV; Herpes; Caxumba; Varicela; Epstein-Barr; Citomegalovírus.

Os principais tipos de meningite meningocócicas capazes de provocar a doença nos seres humanos são A,B,C,W,Y e X.

O período de incubação da meningite bacteriana é em média de 3 a 4 dias, a maioria dos pacientes são internados 24 horas após o aparecimento dos primeiros sintomas. O quadro típico é de febre alta, rigidez na nuca, intensa dor de cabeça e prostração. A crise convulsiva também pode ser uma das manifestações iniciais da meningite. A evolução para sepse é rápida e quanto mais se posterga o início do tratamento, pior é o prognóstico, na meningite pelo meningococo, podem ocorrer lesões de pele tipo petéquias, o que as vezes, causa confusão com outras infecções, como rubéola, sarampo ou até dengue.

A transmissão se dá através do contato direto de pessoa para pessoa por meio de secreções respiratórias (tosse e espirro de pessoa infectada), ocorrendo com maior facilidade em ambientes fechados e com aglomeração de pessoas.

A principal forma de prevenção da meningite bacteriana é por meio da vacinação, indicada para qualquer faixa etária, mas o ideal é comece o esquema vacinal o mais cedo possível. Além dos cuidados paleativos como a lavagem das mãos e manter os ambientes sempre arejado.

Existem cinco tipos específicos de vacinas para meningite:

  • Vacina meningocócica;
  • Vacina meningocócica B;
  • Vacina pneumocócica 13;
  • Vacina ACWY;
  • Haemophilus influenzae b

Conheça todas as Vacinas do Cevacine.

Confira também os sintomas e quando devem ser aplicadas.